«Governo insiste em nomear Seixas da Costa para a RTP» Paulo Morais

0  ● 16.9.17 0


NÃO TÊM UM PINGO DE VERGONHA!
O governo insiste (insiste indigna e vergonhosamente) em nomear Seixas da Costa para o órgão máximo da RTP, o Conselho Geral Independente, mesmo sem o necessário parecer da ERC, Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Seixas da Costa é incompatível para o lugar, face aos conflitos de interesses em jogo.

A Entidade Reguladora para a Comunicação Social, que tem de se pronunciar sobre o regime de incompatibilidades, não deu parecer positivo à nomeação. E, mesmo assim, o Governo insiste em nomear Seixas da Costa. Os membros da ERC não se demitem; e o próprio Seixas da Costa aceita o lugar. NÃO TÊM UM PINGO DE VERGONHA!

O que está em causa: Seixas da Costa é administrador da Jerónimo Martins. A empresa é proprietária do Pingo Doce; e detém a Unilever (que distribui Skip, Sun, Vasenol, Cif, entre dezenas de marcas). A Unilever é o maior anunciante em Portugal, o maior cliente comercial da RTP. Seixas da Costa é ainda administrador da EDP; e administrador da MOTA ENGIL. Com tantos conflitos de interesses, Seixas da Costa não é independente, é INTERDEPENDENTE (da Jerónimo Martins, da Unilever, da Mota, da EDP e dos chineses). Pode mandar na televisão pública em Portugal?

PARTILHEM! DENUNCIEM ESTE ESCÂNDALO!

Paulo de Morais
Ler mais ►

«Há aqui alguma coisa que não joga. Acordem! O país já está todo ardido» Hernâni Carvalho

1  ● 13.9.17 1



"O Siresp serve para tudo, menos para comunicar em emergência! Então só serve para quem está a ganhar dinheiro com ele, não serve para mais nada! E não há quem deite aquela porcaria fora?..É porque 64 vidas é muito, mas muito mais caro que qualquer rescisão de contrato com o Siresp!!" Hernâni Carvalho, ontem na SIC,(ver video).

ver mais AQUI: "Porque é que a PJ não tem competência para tudo e só pode investigar até metade do caminho? Há aqui alguma coisa que não joga. Acordem! O país já está todo ardido".
últimas: Bombeira queimada gera revolta! Comandante quebra o silêncio
...
Ler mais ►

«Oliveira e Costa foi CONDENADO. Mas NÃO ESTÁ PRESO» Paulo Morais

0 0


Oliveira e Costa foi CONDENADO a 14 anos de cadeia.
Era Presidente do BPN, "a maior burla da história da Justiça portuguesa julgada até ao momento", segundo o juiz do processo. Mas... NÃO ESTÁ PRESO. Nem devolveu um único euro dos sete mil milhões que esta burla custou aos portugueses. Nem ele, nem os amigos.

Este é mais um sintoma da falência iminente do nosso regime.

Paulo de Morais

«Esta gente tem de ser castigada onde mais lhes dói» Paulo Morais

Ler mais ►

Que País é este, que entrega a Prevenção da Corrupção aos defensores dos Corruptos?

1  ● 12.9.17 1



O Conselho de Prevenção da Corrupção é uma entidade administrativa independente que funciona junto do Tribunal de Contas e tem como fim desenvolver, nos termos da lei, uma actividade de âmbito nacional no domínio da prevenção da corrupção e infracções conexas.
****
RUI PATRÍCIO, advogado de Manuel Vicente (vice-presidente do CORRUPTO regime de Angola), defensor do CORRUPTO (condenado) José Penedos no caso Face Oculta, defensor do foragido Helder Bataglia, entre outros. Foi premiado com um lugar no CONSELHO DE PREVENÇÃO DA CORRUPÇÃO, órgão de Estado. Que País é este PORTUGAL... que ENTREGA A PREVENÇÃO DA CORRUPÇÃO (?!)... AOS DEFENSORES DOS CORRUPTOS?

Paulo de Morais
Ler mais ►

Paulo Morais escreve a Ferro Rodrigues: "É chegado o momento de reduzir o IVA na electricidade"

0  ● 10.9.17 0
"Paulo de Morais e Mário Frota, dois dos rostos da plataforma Frente Cívica, escreveram ao presidente da Assembleia da República a solicitar que os deputados procedam à reposição da taxa de 6% para o IVA da energia eléctrica no Orçamento do Estado para 2018."

Uma família pobre (são mais de dois milhões em Portugal) paga 23% de IVA na electricidade; enquanto uma família rica paga 6% numa estadia num hotel de luxo.
Continuamos (im)pacientemente à espera da resposta.

Paulo Morais, presidente da FRENTE CÍVICA



“Não se ignore que a energia eléctrica é um serviço de interesse geral, com propriedade, um serviço público essencial, como a lei a qualifica, que a título nenhum pode emparceirar, em termos de impostos, com os que se aplicam a produtos de luxo, como é flagrantemente o caso”, escrevem os dois dirigentes da Frente Cívica.

Defendem que a redução da taxa do IVA “é crucial para o reequilíbrio dos orçamentos das famílias, em particular das mais carenciadas (e tantas são, ainda que não abrangidas pelas tarifas sociais)”, comentam, mas também “de suma importância para a consecução de ganhos de competitividade pelas empresas”.

Ao PÚBLICO, Paulo de Morais diz estranhar que, três anos depois de findo o programa de assistência financeira, ainda ninguém se tenha lembrado disto. “O aumento da taxa do IVA na electricidade foi uma das medidas mais gravosas da austeridade. Muitas famílias não têm aquecimento em casa no Inverno, mesmo de classe média”, por causa do preço da energia eléctrica, e “muitos idosos que sofrem de doença pulmonar obstrutiva crónica morrem todos os anos por falta de aquecimento e pelas condições de humidade das suas casas”, sublinha.

Por outro lado, considera que a redução – ou reposição para a taxa que vigorava antes do programa, e que considera justa para um “bem essencial para a vida das pessoas” – terá também efeitos benéficos na economia, por aliviar a factura das empresas.

“Dada a imperiosa necessidade de reverter os sofrimentos impostos ao país por via das políticas austeritárias adoptadas nos amaríssimos anos do Programa de Assistência Económica e Financeira a Portugal, entende a Frente Cívica que é chegado o momento de repor o valor do IVA na electricidade, na sua taxa reduzida, regressando-se à forma primitiva”, lê-se na carta enviada a Ferro Rodrigues. A missiva pede ao presidente da Assembleia da República para “instar os senhores deputados” a reverter “uma das medidas mais dolorosas para a economia nacional adoptadas com alguma irreflexão nos últimos anos”.
Publico
Ler mais ►

Comandante da Protecção Civil está ilegal e é alvo de processo disciplinar

0  ● 9.9.17 0


O comandante nacional da Protecção Civil está ilegal no cargo desde que foi nomeado. O Sexta às 9 detectou que Rui Esteves foi, até à passada segunda-feira, comandante nacional da Protecção Civil em Carnaxide e Director do aeródromo de Castelo Branco, em simultâneo. O duplo cargo está referido no despacho de nomeação assinado pelo secretário de estado da Administração Interna, Jorge Gomes, em Janeiro. A acumulação de funções deu origem a uma ilegalidade. (RTP)

Comandante da Protecção Civil alvo de processo disciplinar
A ministra da Administração Interna ordenou, esta sexta-feira, uma investigação à eventual acumulação de cargos por parte do comandante nacional da Protecção Civil, Rui Esteves.

Segundo uma investigação da RTP, o comandante da Autoridade Nacional de Protecção Civil estará "ilegal" no cargo desde que foi nomeado, em Dezembro de 2016. Isto porque, além de chefiar a Protecção Civil, Rui Esteves foi, até segunda-feira, director do aeródromo de Castelo Branco. (JN)

Ler mais ►

Açores: ilha da Flores, beleza indescritível

0  ● 6.9.17 0



A ilha das Flores situa-se no Grupo Ocidental do arquipélago dos Açores, sobre a Placa Norte-Americana sendo a maior das ilhas que compõem aquele grupo. As ilhas do Grupo Ocidental do arquipélago dos Açores - Flores e Corvo - foram encontradas em 1452, quando do retorno da viagem de exploração de Diogo de Teive e seu filho, João de Teive, à Terra Nova. É uma das mais belas ilhas do arquipélago, cobrindo-se de milhares de hortênsias de cor azul, que dividem os campos ao longo das estradas, nas margens das ribeiras e lagoas. Vista aérea da ilha das Flores - uma das mais belas ilhas dos Açores. Editado por Carlos Delgado, filmagens por Pedro Jesus. (video 6 min)

O local mais belo do mundo é português - A edição holandesa da revista National Geographic Traveler colocou os Açores em primeiro lugar numa selecção dos 20 mais belos locais do mundo.
Ler mais ►