«Amo-te Portugal» em 3 minutos

0  ● 21.11.17 0  ● API



Um filme para colorir Portugal.
Mais um excelente trabalho de Paulo Ferreira.
(...)
Indiscutível motivo de orgulho, o nosso, 
de quem busca a ventura tornando-se herdeiro do que já lhe pertencia e se fez imortal, 
pois assim era desde o início, pois assim sempre foi.
(...)
Ler mais ►

«Portugal, asilo de corruptos» Paulo Morais

0  ● 20.11.17 0  ● API


Portugal, asilo de corruptos.
Isabel Dos Santos foi despedida da Sonangol e a sua carreira empresarial em Angola está a esboroar-se. Mas Isabel dos Santos pode ficar tranquila, pois será sempre idolatrada em Portugal. Tem participações de relevo na energia, nas telecomunicações ou na Banca - na Galp, na NOS, no BIC...

Os homens mais ricos do país são seus sócios: com Belmiro de Azevedo partilha a NOS, com os Herdeiros de Américo Amorim a Galp. São muitos os seus empregados e apoiantes: de políticos como Paulo Motta Pinto ou Lobo Xavier, a comentadores como Rodrigo Moita de Deus ou José Miguel Júdice. Quando Angola se tornar um país sério de mais para Isabel dos Santos, a "empresária" pode sempre refugiar-se em Portugal.

Paulo de Morais

Sei que pareço um ladrão...
Mas há muitos que eu conheço
Que não parecendo o que são,
São aquilo que eu pareço.
António Aleixo
Ler mais ►

Salgado dispõe do cartão "Você está livre da Prisão" - Paulo Morais

0  ● 17.11.17 0  ● API
Ricardo Salgado é responsável pela desgraça de milhares e milhares de portugueses.
Que lhe aconteceu até hoje? Nada!



LIVRE DA PRISÃO

Ricardo Salgado é responsável pela desgraça de milhares e milhares de portugueses. Desacreditou os funcionários do Novo Banco (ex-BES), que andaram a vender papel comercial falso e sem valor aos seus clientes. Descapitalizou muitas famílias que tinham as suas poupanças à guarda do BES. Muitos faliram, caíram em depressão; houve até suicídios.

Ricardo Salgado esteve sempre ligado a negócios questionados pela Justiça: aquisição de submarinos aos alemães, abate ilegal de sobreiros que permitiu o negócio imobiliário "Vargem Fresca"; tráfico de influências na privatização da EDP, falência fraudulenta da Portugal Telecom, eventuais subornos a Sócrates e Vara.

No estrangeiro, surge como o banqueiro do escândalo Mensalão, no Brasil; e aos problemas do Petróleo de Angola.

Salgado diz que se enganou a preencher a declaração de IRS, em.. doze milhões de euros. Mas nem o Fisco então o penalizou, nem o Banco de Portugal erradicou, então, da actividade financeira um personagem tão "distraída".

Salgado provocou a falência do BES, do BES Angola, do GES, da Rioforte, da PT...

Ricardo Salgado actuou sempre com impunidade. Que lhe aconteceu até hoje? Nada! Salgado dispõe do cartão "Você está livre da Prisão" – nas costas do cartão está lista dos políticos que foi comprando ao longo de décadas.

Paulo de Morais
Ler mais ►

«Todos os políticos deviam ter vergonha na cara» Hernâni Carvalho

0  ● 13.11.17 0  ● API


Hernâni Carvalho sobre o jantar no Panteão Nacional:
"Ficou toda a gente mal na fotografia, menos os organizadores da Web Summit.
Parece que em Portugal há pessoas que nem pedir desculpa sabem.
(...) Era bom que todos os políticos estivessem caladinhos. Ninguém pode dizer que não sabia. Deviam ter vergonha na cara. (...) O Panteão Nacional representa valores, representa a memória de um povo. Ou temos respeito por nós, ou não prestamos mesmo para nada".

Ler mais ►

Jantar no Panteão Nacional. Este país ensandeceu. Só pode

1  ● 11.11.17 1  ● API



Um país que não se respeita é um país sem futuro.

Esta foto foi tirada hoje no Panteão Nacional. Sim leu bem, no Panteão Nacional. É um jantar posterior à Web Summit (Founders Dinner). Os organizadores da Web Summit, num estranho sentimento de que tudo podem e de que tudo lhes é permitido, resolvem fazer um jantar, restrito e só para convidados muito especiais, no recinto do PANTEÃO NACIONAL. Quem terá sido o ministro, ou secretário-de-estado que autorizou o evento? Uma coisa é certa, uns tipos, parolos e armados em empreendedores, pensam que o local certo para um evento destes é o Panteão Nacional de um país com quase 900 anos. Muitos outros, onde estão ex-governantes, aceitam participar nesta fantochada.
Inaceitável.

adenda:

Fizeram-me chegar o REGULAMENTO de Utilização de Espaços da Direcção Geral do Património Cultural. Esse regulamento é de 24 de Junho de 2014 e está assinado pelo Secretário de Estado da Cultura Jorge Barreto Xavier e pelo Secretário de Estado Adjunto e do Orçamento Hélder Reis. Sim, este é um regulamento do Governo de Pedro Passos Coelho e Paulo Portas. Pois estas alminhas, no perfeito gozo do seu ADIANTAMENTO MENTAL, acharam que deveriam autorizar, regulamentar e fixar preços para a utilização do PANTEÃO NACIONAL em jantares e outros eventos.

Isto não desculpa os responsáveis políticos actuais e os membros da administração do Estado que não fazem a menor ideia do que é um PANTEÃO NACIONAL. Uma coisa é alugar espaço num Museu, outra é o PANTEÃO NACIONAL.
Este país ENSANDECEU. Só pode.
Bolas.

Norberto Pires
Ler mais ►